Notícias

5 dicas para escolher um emissor de Nfe

04/01/2017

Empresários precisam de alternativa para emitir o documento, já que o sistema da Sefaz foi descontinuado em 1º de janeiro de 2017

Um software especializado garante muito mais agilidade e precisão na emissão de NF-e
A corrida para encontrar um novo emissor de Nota Fiscal eletrônica (NF-e) está mais acirrada neste mês de dezembro. Isso porque o sistema oferecido pela Secretaria da Fazenda (Sefaz) foi descontinuado em 1º de janeiro de 2017. Dessa forma, cerca de três milhões de empresários brasileiros que ainda utilizam esse sistema têm poucos dias para escolher um novo software que emita o documento fiscal.


Como há pouco tempo para buscar um novo emissor de NF-e, é importante que os empresários atentem para alguns pontos relevantes na escolha do software. Confira cinco dicas para escolher um bom emissor de Nota Fiscal eletrônica e aproveitar para informatizar a gestão da empresa.

Escolha um emissor de Nota Fiscal de uma empresa que ofereça suporte

Uma empresa séria deve oferecer soluções que facilitem o dia a dia dos seus clientes. Isso inclui disponibilizar uma equipe de suporte apta a ajudar e orientar os usuários, já que nem todo empresário está familiarizado com um sistema mais completo do que o da Sefaz.

O suporte consiste no oferecimento de apoio ao usuário, qualquer que seja sua necessidade, dúvida ou dificuldade em relação ao emissor de NF-e ou outra funcionalidade do sistema. Caso ocorra algum problema de configuração, por exemplo, o suporte irá orientar o cliente a resolver o problema e conseguir os melhores resultados possíveis.

 

Aposte em um emissor de Nota Fiscal em nuvem

Uma solução acessível e segura é apostar em um software com armazenamento em nuvem. Emitir NF-e por um sistema online é mais ágil, pois dura cerca de 1/3 do tempo gasto com o emissor da Sefaz, além do cálculo automático de impostos com base em predefinições e o cadastro de produtos e contatos, tornando o processo mais dinâmico e assertivo. Outra vantagem de um sistema em nuvem é a segurança. Para evitar vazamento de dados e ataques de hacker, por exemplo, um dos mecanismos oferecidos é o uso de criptografia para comunicação com os servidores, garantindo o arquivamento seguro de senhas.

Prefira zero custo de setup

Todo empresário busca reduzir custos e aumentar a produtividade, certo? Então o ideal é escolher um sistema de gestão ou emissor de Nota Fiscal eletrônica que não cobre pela instalação. Esse diferencial é mais comum em sistemas em nuvem, já que não é preciso instalar nenhum programa no computador da empresa – o acesso é feito por meio de login e senha diretamente na página do software.


Aproveite a extensão mobile

Os gestores nem sempre têm um computador por perto para acompanhar o andamento da empresa. Por isso, a extensão mobile é um recurso que permite ter acesso às mesmas ferramentas do sistema na palma das mãos, até mesmo fora do ambiente de trabalho, via smartphone ou tablet.

Soluções agregadas beneficiam a empresa

Existem softwares que vão além da emissão de NF-e. Nesse sentido, o fim do emissor da Sefaz é uma oportunidade para pequenos e médios empresários aderirem a um sistema que, além de suprir essa necessidade, disponibiliza soluções agregadas para otimizar a gestão empresarial, reduzindo custos e organizando o dia a dia do negócio.

Alternativas eficientes

O NotaME está disponível em plano Free, indicado para pequenas empresas, no qual emite NF-e de saída, com certificado A1, e tem como principal vantagem o cadastro de produtos e contatos, tem ambiente responsivo por isso permite que execute operações através de seu celular, além do cálculo automático de impostos com base em predefinições. Já o plano pago possue armazenagem de notas de entrada/saída, importa NF-e de entrada para cadastro automático de produtos, envia notas por e-mail para cliente e contador e possui alguns relatórios gerenciais.

Conheça o NotaME aqui: https://www.notame.com.br

E para os que desejam soluções eficientes, há o NotaME, sistema emissor em nuvem focado em pequenas e médias empresas. Além de ser emissor de NF-e, disponibiliza pedidos de venda que podem ser enviados por email ,importação de cadastros do emissor do Sefaz, guarda segura do XML, cadastro de clientes e fornecedores e integração com plataformas de e-commerce.

Conclusão

O Nota ME é um sistema grátis e seguro, é possível experimentar sem limite de tempo e sem complicações na hora de configurar sua empresa, além dos planos pagos serem muito atrativos (a partir de 19,90/mês). Outra vantagem é que a empresa por trás de tudo isso é a Mercosistem, referência de qualidade em sistemas para gestão de negócios.

Por: Éliton Rodrigo Cavalcanti
Fonte: https://www.linkedin.com/pulse/5-dicas-para-escolher-um-emissor-de-nfe-eliton-rodrigo-cavalcanti
URL: www.linkedin.com/in/elitonrodrigo

Soluções

Solicite a visita de um consultor

Notícias